Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A fraude dos pasteis de nata

por Margarida Bentes Penedo, em 03.08.11
O engº Bento dos Santos, que agora, além de gastrónomo, é académico, acaba de fornecer uma entrevista na televisão. Depois de sugerir várias formas de "alavancar" a economia portuguesa através "dessa enorme riqueza que é a nossa gastronomia", e de revelar que "é preciso que as entidades tomem consciência" (e, obviamente, avancem com os correspondentes "apoios"), louvou não sei quem por ter eleito os pasteis de Belém como "a 15ª maior iguaria do mundo".

Se há coisa que é facílimo encontrar em Portugal é um bom pastel de nata. Qualquer taberna tem um bom pastel de nata. Qualquer bomba de gasolina, qualquer barraco na praia, qualquer roulote com avançado, qualquer cafetaria, qualquer cofee-break tem um bom pastel de nata. Até nos casamentos se comem bons pasteis de nata.

Os pasteis de Belém são os piores pasteis de nata de Portugal. Melhor dito, os pasteis de Belém são os únicos pasteis de nata péssimos que conheço. Quem desmentir isto, experimente comer um que já esteja frio. Sem ficar com lábio leporino.

Não dei atenção ao canal. Não me lembro se era a RTP ou se era algum privado. A bem do serviço público, abstenham-se de angariar cabotinos para vir educar o povo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

De JMG a 04.08.2011 às 00:04

Bento dos Santos é engenheiro químico, compreende-se que perceba de mistelas.

De Margarida Bentes Penedo a 25.09.2011 às 19:04

Até aceito que saiba cozinhar. E que goste de comer. E que goste de se ouvir. Eu é que o acho muito indigesto.

De Maria a 05.08.2011 às 13:57

Há pessoas para quem qualquer porcaria de feira serve. Apreciar o que é tradicional e bom, não sabem... falta-lhes requinte no paladar. E comer Pasteis de Belém com 2 dias, 3 ou 4 é um mimo... e não azedam nem ganham bolor.... há gente sem gosto nenhum...

De Margarida Bentes Penedo a 25.09.2011 às 19:01

Olá Maria,

Obrigada pelo comentário. Peço desculpa por só responder agora.

Há sempre outras opiniões, o que é salutar. Mas sabe uma coisa? Vivi muitos anos ao lado da fábrica dos pastéis de Belém. E só conseguia comê-los enquanto estavam quentes. Depois a massa folhada torna-se duríssima. E o recheio, desculpe a franqueza, perde todo o carácter.

Por outro lado, o facto de não azedarem nem ganharem bolor não atestam da superioridade do "artigo", chamemos-lhe assim. Um hambúrguer da McDonalds demora muito mais tempo a decompôr-se do que um hambúrguer de carne fresca, de alcatra ou da vazia, acabado de moer. Proponho-lhe que faça a experiência.

Agradeço o facto de ter passado por cá. Espero vê-la mais vezes.

De urso,o ENGº a 10.02.2012 às 00:39

Engraçado,não sabia que o pastel de belém era um pastel de nata...

De Breno Peck a 31.05.2013 às 19:55

Acabei de comer a fraude. Andei por Portugal durante os últimos dez dias, sempre a provar outros pasteis de nata em qualquer tasquinha. Se os de Belém são a fraude e os das tasquinhas são fraudes, prefiro as fraudes.

Comentar post



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot