Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O voo para o prejuízo

por João Monge de Gouveia, em 24.12.14

Depois de milhares de pessoas alterarem as suas viagens para outras companhias, quiçá alterando também a sua via e os seus horários. Depois de fazerem com que houvesse milhares de prejuízos para a TAP, para o Estado e consequentemente para os Portugueses desconvocam a greve. E agora senhores sindicatos, pagam vocês os prejuízos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Música da Semana - Feliz Natal

por João Monge de Gouveia, em 24.12.14

A todos que nos acompanham desejamos um Feliz Natal

l

Autoria e outros dados (tags, etc)

Música da semana especial - Joe Cocker

por João Monge de Gouveia, em 23.12.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

O interesse da TAP

por José Meireles Graça, em 20.12.14

Sobre Silva Peneda, a concertação, e o organismo daninho, corporativo e indiscutido a que preside disse em tempos o que cumpria.

O homem é profissional do diálogo, como são feliz e necessariamente todos os diplomatas, mas também os empatas, os indecisos e os videirinhos da vida pública.

Sobre a requisição civil diz (aliás não diz, "alerta" - não é este, ai de nós, o único Silva que, em vez de dizer ao que vem, faz alertas que inculcam ao cidadão a ideia de que está ungido de alguma superioridade intelectual ou moral para os fazer, sem todavia se dar ao excessivo trabalho de indicar soluções alternativas) que ela é provavelmente ilegal, considerando "lamentável que se chegue à fase que chegaram o Executivo e os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP, porque demonstra que o diálogo não funcionou".

Não funcionou e ainda bem. Porque, se tivesse funcionado, o feliz desenlace haveria de ser, como é sempre, cedências aos sindicatos, o que no caso equivale a dizer que a privatização seria feita com garantias de que nenhum trabalhador sairia no futuro prejudicado.

Porque é disso que se trata: para enterrar na TAP os milhões de que ela necessita e assumir o seu passivo gigantesco qualquer investidor (se houver) aligeirará os custos, tentando pô-la ao nível da concorrência, no mínimo.

Não se tem falado disso: quanto ganha um piloto ou o pessoal de bordo e de terra, e que regalias têm, por comparação com outras companhias; quantas pessoas são mobilizadas para pôr um avião no ar, que taxa de utilização têm os aviões, que rotas são ou não rendíveis, e mais um zilião de indicadores que fazem com que umas companhias sejam viáveis e outras não.

Do que se fala é de interesse nacional. "A privatização é inacreditável, é um crime", dizem anónimos, na rua, a António-Pedro Vasconcelos, conhecido comentador de futebol que lançou um manifesto, não contra a derrota do Benfica em Braga, como se compreenderia, mas a favor da manutenção da TAP na esfera pública, não vá o novo proprietário prejudicar o hub de Lisboa, seja lá essa merda o que for.

A notícia acaba com alguns nomes de subscritores e, com a excepção de Tony Carreira, um cantor romântico autor de êxitos inolvidáveis como "Por Amor Vou Deixar-te Viver" ou "E Agora Tu Vais Deixar Minha Vida", que não se sabia que tinha ideias sobre fosse o que fosse, é o lote habitual, velho, bafiento e cediço de gente que é contra privatização da TAP porque é contra a privatização do que quer que seja.

A privatização pode correr mal? Pode. E muitos passageiros de Lisboa podem ser prejudicados, por acabarem voos directos de e para lá? É possível. E muitos emigrantes podem deixar de ter voos directos para Portugal? Talvez.

Mas a imensa maioria que não anda de avião, ou não vive em Lisboa, ou ganha lá fora o que não pode ganhar cá dentro, não será chamada no futuro, como foi no passado, a cobrir prejuízos.

E isso para mim chega.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É assim que o PS lev as comissões parlamentares a sério e com verdade

por João Monge de Gouveia, em 16.12.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parece que as Irmãs do Ricardo cozinham Bolos à noite

por João Monge de Gouveia, em 11.12.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não sei do que estão à espera

por José Meireles Graça, em 07.12.14

Não sei do que estão à espera, para ir a Évora, os ex-ministros, secretários de Estado, antigos e actuais deputados, presidentes de empresas públicas e outros boys, jugulares e próceres sortidos que ainda não visitaram Sócrates.

Ir a Évora é um dever. E declarar, como fez Silva Pereira, que "acredita na inocência" de Sócrates, uma redundância.

Claro que acreditam todos na inocência - só podem. Porque a memória do eleitorado pode não durar mais de seis meses, mas a dos políticos, comentadores e espectadores atentos da vida pública é mais durável: Abril de 2011, o XVII Congresso do PS, o discurso empolgante de António Costa, e o triunfo apoteótico do então Primeiro-Ministro, que acabava de fazer falir o País, estão na memória de todos.

À excepção da casa de Paris e dos réditos da Octapharma, tudo, absolutamente tudo, de que Sócrates é acusado, e ainda mais, andava pelas redes sociais, quando não pelos jornais; e os proventos que terão permitido a vida faustosa no estágio parisiense têm por força que ter sido adquiridos antes.

Ninguém teve dúvidas, ninguém desconfiou, ninguém viu? Nem os números um, dois e três, nem os próximos, nem os íntimos? Nem Costa, o delfim, nem Vitorino, o lúcido, nem Siva Pereira, o alter-ego? Nem os senadores Soares, Almeida Santos, Manuel Alegre?

"Este congresso foi uma grande lição de unidade", declarou Sócrates sob uma chuva de aplausos.

Pois foi. E é por ter sido que quem lá estava deve ir, em romaria, a Évora, repetindo para si mesmo o mantra: Sócrates está inocente! Porque, se não estiver, também pode e deve ir - mas de penitência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica Especial - Mais um Habeas Corpus

por João Monge de Gouveia, em 03.12.14

Com um pedido de Habeas Corpus já decidido e recusado, parece que deu entrada outro de um outro cidadão.

 

Isto parece mesmo o filme:

 

Free_willy.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pós Congresso PS - O Regresso ao passado

por João Monge de Gouveia, em 01.12.14

Ficámos a saber que a equipa de Sócrates voltou, o seu número dois é secretário geral, o seu chefe de Gabinete é agora o número 2, um dos seus maiores apoiantes e defensores é Presidente do Partido, um dos seus meninos bonitos que entrou a seu convite para deputado em 2009 entrou para a direcção.

 

É bom voltar ao passado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia da Liberdade

por João Lamy da Fontoura, em 01.12.14

Primeiro de Dezembro, Sempre!

 

    

Portugueses celebremos
O dia da redenção,
Em que valentes guerreiros
Nos deram livre a Nação.

A fé dos campos de Ourique,
Coragem deu e valor,
Aos famosos de quarenta,
Que lutaram com ardor.

P'rá Frente! P'rá Frente!
Repetir saberemos as proezas Portuguesas
Avante, Avante,
A voz que soará triunfal,
Vá avante mocidade de Portugal,
Vá avante mocidade de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds