Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jantar em dia de Congresso

por José Meireles Graça, em 30.11.14

Na minha cidade foi noite de vinho e barulheira. A festa, que tinha conotações classistas, sexistas e passadistas, esteve moribunda há uns anos, quando Portugal ia ser muitíssimo moderno, muitíssimo avançado e muitíssimo desenvolvido. As miúdas, porém, resolveram tomar conta, hoje tocam caixa e bombo com denodo, e apanham pielas com brio - qual sexismo qual caraças, a festa está bem e recomenda-se, tendo-se confirmado que alguma coisa havia de mudar para tudo continuar na mesma.

Pus-me ao largo há décadas - não gosto do barulho de zabumbas, de festas populares quero distância e borracheiras com dia marcado não são a minha praia, que não sou alemão. Por isso, fui mazé jantar a um sítio tranquilo, onde não havia o risco de tropeçar em nicolinos, bombos e desacatos.

Fiz mal, que o negócio dos restaurantes é dos mais exigentes, e arriscar experiências, para um reaccionário culinário impenitente, uma aventura de resultados com frequência dolorosos. A sala ampla, com alvas toalhas de algodão adamascado, baterias de copos, dois jogos de talheres, bem aquecida, impressionava favoravelmente, por contraste com o que dantes foi. O brônzeo da caixilharia de alumínio, os apliques pindéricos, as cortininhas de casa de bonecas e a lareira a fingir, num canto, auguravam o melhor, que em Portugal em sítios com decoração cuidada costuma-se comer merda e pagar caro. E tinha presente que o restaurante fora em tempos famoso pela ementa, filetes de pescada e lombinhos de vitela com ervilhas, uns e outros inalteravelmente bons, pelo vinho verde sem rótulo, excelente, e as piadas foleiras da empregadagem, ex libris do estabelecimento.

Pois a coisa não esteve bem: deixemos de lado o detalhe de haver talheres próprios para a entrada, mas não para o peixe; de o maduro da casa, alternativa em conta aos vinhos de marca da lista, caríssimos, ser uma burundanga; e de o pudim da sobremesa ser uma mixórdia à qual sobrava em farinha o que faltava em ovos, e vamos ao prato de resistência. Foi bacalhau à casa, o que queria dizer à Braga, ou à Narcisa.

Era dessa variedade branca, desmaiada e mal curada, que hoje é quase sempre como ele se apresenta, e que as novas gerações devem imaginar ser uma coisa que partilhamos com os ingleses, com a diferença de os filhos da Ilha, sem se dar ao trabalho de fingir que secaram e salgaram o peixe, o envolverem numa couraça repelente e o decorarem com batatas fritas, congeladas, a saber a bafio.

Vinha meio cru, e por isso regressou à cozinha, já não para lhe reforçar a fritura, que não deve ter sido possível, mas para lhe dar um acabamento de modo a ficar coisa nenhuma.

Fiquei a pensar para os meus botões: agora que já temos uns quantos restaurantes michelénico-estrelados, e muitos mais com cozinha de autor, que gostariam de as ter; que o turismo é, de longe, a nossa indústria de maior sucesso; que os nossos vinhos não param de ganhar prémios e subir na escala de valor, como se diz; que as casas de banho têm torneiras automáticas, que esparrinham para as camisas, e luzes que acendem por milagre, pelo efeito de atravessarmos o umbral, mas estão limpas, cortesia da ASAE - teremos que nos resignar a ver desaparecer o restaurante com defeitos tradicionais e pratos tradicionais, canonicamente feitos?

É esta pergunta angustiada que, em dia de Congresso do PS, aqui deixo. Que na verdade eu era para dizer umas coisas ácidas sobre aquela efeméride. Mas realmente não se passou nada, se é que assim se pode descrever um velório com discursos. No meu jantar sim, passou-se alguma coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da Semana - Cante Alentejano

por João Monge de Gouveia, em 29.11.14

Esta semana o Cante Alentejano foi considerado património imaterial da humanidade, assim sendo, a nossa dedicatória:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

oopsss....

por João Monge de Gouveia, em 26.11.14

Impugnada eleição de Costa no Conselho Metropolitano de Lisboa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os Advogados e o Mário

por João Monge de Gouveia, em 26.11.14

O defensor de José Sócrates, que ainda não se deslocou ao Estabelecimento Prisional de Évora, explicou ao SOL que “nós, os advogados, não tempos as mesmas limitações com horários de visitas do que as restantes pessoas, como os familiares e amigos, por isso eu estou a neste momento tratar de outras questões importantes”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maturidade “democrática” e respeito pelas instituições...

por Pedro Boullosa Gonzalez, em 26.11.14

Hoje, como sempre, esquece-se o essencial – um fulano que está indiciado de corrupção, branqueamento e fraude fiscal esteve dez anos no cargo de PM (isto sem contar com os anos em que ocupou outros cargos públicos de relevo, como Ministro do Ambiente) e mergulha-se num mar de trivialidades inócuas e barulho. A manga, o dia, o "timing", o carro, a câmara de TV, o “super juiz”, o comunicado que não indicou o fundamento da medida. O “povo” que queria saber mais.

Confunde-se a causa com a consequência: protege-se o alegado corrupto e critica-se quem aplica a lei (não mais). O suspeito passa a vítima e o juiz passa a odiado. Confunde-se, em suma, o crime (ainda que na forma de suspeita) com a consequência legal. Está tudo ao contrário. E ironicamente os demagogos só surgem nos casos mediáticos, em que os suspeitos são “patrocinados” pelos peritos em tornar qualquer caso num “cold case”. Invocam uma igualdade que, a existir, seria sempre em seu prejuízo.

E mais uma vez as gentes parecem esquecer o básico: está em causa um processo legal (penal), com regras e procedimentos que são aliás de acesso público. Sabemos bem e insistem em demonstrar-nos que qualquer idiota tem direito a opinião. Mas a lei está lá por alguma razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da Semana - Sócrates

por João Monge de Gouveia, em 26.11.14

A música da semana é dedicada ao nosso ex-pm que foi passar uma temporada a Évora.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"É a primeira vez na história da democracia portuguesa que um ex-primeiro ministro é preso."

por Rosário Coimbra, em 22.11.14

Boas práticas, a seguir em futuros ex primeiros. E vice primeiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apontamento de reportagem (em directo do Mesolítico)

por Rosário Coimbra, em 22.11.14

Não seria justo deixar de referir e louvar as comemorações espontâneas que nesta madrugada brotaram da çuciedade çebil. Nas redes sociais e nos blogues centenas de milhares de convivas trocaram abraços fraternos e comovidos, soltando ganidos extáticos pela boa nova; por comoção extrema, há casos de choques anafiláticos, crises de asma e senhoras com episódios de falta de ar; uma bela jovem, confessa admiradora da vida e obra de Poiares Maduro, jurou que não passaria de domingo sem beijar pelo menos dois polícias; e um empresário de Paços de Ferreira prometeu um banquete de arromba à população se, como referiu, "isto desta vez der em alguma coisa de jeito". Na capital, Pedro Santana Lopes interrompeu os trabalhos da pré-campanha presidencial para, da janela da Santa Casa e de flûte na mão, brindar com os populares e comentar, sorrindo: "ena, que isto é como um rebeilhão antecipado".

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Costa estava branco

por João Monge de Gouveia, em 22.11.14

Ricardo Costa estava pálido ao comentar a detenção de Sócrates e ao dizer que o PS e o outro Costa, o António vai sofrer com isso...

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Costa ainda é candidato??

por João Monge de Gouveia, em 22.11.14

Ou já chamou o Seguro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds