Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Musica da semana e do ano de 2013

por João Monge de Gouveia, em 30.12.13

A nossa dedicatória para o ano que passou

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parou de chover

por José Meireles Graça, em 27.12.13

Esta chuva empurrou-me para casa ao fim de pouco mais de duas horas a trabalhar no quintal, por via do anorak impermeável que começou a deixar entrar água.

 

Sento-me, ligo a TV e imediatamente me cai ao colo um programa que dá pelo nome de "Opinião Pública". Já vi bocados deste programa noutras marés e, excepto pelo facto de os participantes via telefone invariavelmente felicitarem a realização do programa e cumprimentarem o convidado, o nome poderia ser, com mais propriedade, "Indignação Pública" - coisa para fugir a sete pés, quem quer paleio de motoristas de táxi anda de táxi.

 

O tema de hoje era segurança rodoviária e previsivelmente a sessão estava estrelada com o inevitável graduado da GNR e um representante da sociedade civil, no caso um senhor da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados.

 

O hábito de convidar graduados da GNR para se pronunciarem sobre problemas rodoviários é em si uma garantia de aborrecimento: estes falam de excesso de velocidade, alcoolemia e telemóveis ao volante, queixam-se da falta de civismo dos condutores portugueses e, se instados a sugerir soluções, requerem sanções mais pesadas e reforço do policiamento, precisamente o que quaisquer polícias, em qualquer parte, recomendam para resolver quaisquer problemas de ordenação social.

 

O tal representante da associação com nome improvável criticou o hábito tão português, segundo ele, de preferir o transporte individual e, como ademais estava de barbas, concluí que devia ser ou comunista ou um desses aluados dos movimentos alternativos.

 

É, a propósito, extraordinário o respeito que se dedica a tipos que dizem representar sectores da sociedade (presidentes de sindicatos, de associações de pais e de comissões de utentes disto e daquilo), a par do universal desprezo a que se votam os eleitos - está aqui matéria para alguma tese de um futuro doutorando do ISCTE.

 

Fui ver o que era esta associação mas desisti, por não encontrar resposta satisfatória às minhas dúvidas: vivem de quê e querem realmente o quê? - que é para sossegar as minhas suspeitas de que nestas coisas costuma andar dinheiro público, o longo braço do PCP, ou os dois.

 

Uma senhora confessou que, deslocando-se na auto-estrada habitualmente a uns 140-150 km/h, se irritava muito por receber sinais de luzes de quem ia pr'aí a 200 e ser obrigada a chegar-se para a direita, onde iam umas "lesmas". Esta louvável franqueza traduz o que realmente a maioria dos condutores acha: os que vão substancialmente mais depressa são loucos do volante ou, pior, fascistas nos seus Audis e BMWs; a velocidade a que cada um se desloca é sempre razoável do ponto de vista do próprio; e os que vão substancialmente mais devagar são realmente moluscos gastrópodes.

 

Já o que eu penso não é o que pensa o senhor coronel da GNR, nem a senhora, nem o estimável cidadão auto-mobilizado para nos infernizar a paciência.

 

Mas fica para outra ocasião, que parou de chover.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da semana - especial Natal

por João Monge de Gouveia, em 24.12.13

A todos desejamos um Feliz Natal.

 

Com este temporal ocorreu-nos dedicar esta:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Escala de Valor Portuguesa

por Tiago Sunzu, em 21.12.13

Quando se evolui na carreira, ganha-se mais dinheiro. Faz sentido, pois a nossa experiência traz-nos eficiência, e o facto de se tomar decisões estratégicas tem o seu valor também, etc etc. Costuma-se associar então a isto uma escala de valor vs remuneração: "ah, ele gera mais dinheiro, por decisões mais isto ou aquilo, porque promove a rentabilidade da empresa, etc, por isso, tem um ordenado mais elevado".

 

Eu sempre disse que os bónus pagos na "City of London" eram obscenos. Será possível uma pessoa sozinha trabalhar o suficiente para justificar 1milhão de euros de bónus? Podemos dizer que "deu 10 vezes a ganhar", mas estamos então a dizer quem em 1 ano, aquele senhor "gerou" 10 milhões de euros? O que é gerar? Produziu? Claro que não, são só números a circular nas redes bancárias, sem equivalência a qualquer bem (ou ouro). Assustador...

 

 

Agora mais assustador ainda, é a pergunta: será possível 18 gestores portugueses gerarem riqueza equivalente a 58.688 funcionários públicos?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O país dos pacóvios

por Joaquim Pedro Lampreia, em 20.12.13

Sabemos que vivemos num país de pacóvios e ressabiados quando um inócuo vídeo de uma pequena sociedade de advogados se torna tema nacional, figura na capa de jornais e é considerado "o filme do ano" num dos poucos blogues que me merecia alguma credibilidade

Autoria e outros dados (tags, etc)

The wall

por João Monge de Gouveia, em 18.12.13

Tal como o muro de Berlim, o Bloco desagrega-se em vários movimentos. ele é o "livre", ele é o "3D".

 

O mais engraçado é ver que ambos querem juntar-se um com o outro e também ao Bloco.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Momento de Humor

por João Monge de Gouveia, em 18.12.13

José Castelo Branco confessa que entrou "em pânico" quando embateu no carro que seguia à sua frente, em Oliveira do Bairro. O socialite foi assistido no local e não sofreu ferimentos graves. A viatura é que ficou em "mau estado" e José regressou a Lisboa de táxi.

– Sofreu um acidente de viação em Oliveira do Bairro. Como é que tudo aconteceu?

– Estava numa localidade e, de repente, o carro que ia à minha frente travou num sinal verde. Eu ia sossegado a rezar o terço e não estava à espera. Bati no carro da frente.

– Qual foi a gravidade da situação?

– Foi o susto da minha vida. Um horror, quase que me ia matando. Confesso que entrei em pânico quando o airbag disparou. Desmaiei com o medo. Entretanto, recuperei os sentidos e só pensava na Betty, no meu filho e na minha mãe.

– Não chegou a ir ao hospital?

– Não. Fui assistido no local. Estive a receber oxigénio durante cerca de meia hora e comecei a respirar melhor. Mas já falei com o meu médico e ele disse-me para ir fazer um raio X ao tórax para ficar com a certeza de que está tudo bem.

– A que velocidade circulava?

– Não sei ao certo, mas ia mesmo muito devagar. Tenho testemunhas disso.

– Foram apuradas responsabilidades do acidente?

– Eu sei que não tive culpa, mas quem bate por trás é sempre culpado... Não sei. As companhias de seguros estão a tratar de resolver tudo.

– Em que estado ficou o seu carro?

– Ficou em mau estado, mas foi logo para a oficina e eu fui para Lisboa de táxi. Quem está a tratar de tudo é um amigo. Mas antes ainda passei nos leitões, que era o que eu tinha previsto. No meio das coisas más, ainda consigo ser descontraído.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que se segue?

por João Monge de Gouveia, em 18.12.13

Já tinhamos o Livre, agora temos o 3D,  (mais um com ex militantes do Bloco) é só siglas e tudo à esquerda.

 

Que se seguirá? o WD40?

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Prémio Nero 2013

por Joaquim Pedro Lampreia, em 17.12.13

Mário Soares foi untado como personalidade do ano pelos jornalistas estrageiros residentes em Portugal. Faz sentido. É uma espécie de Prémio Nero, que distingue o incendiário que mais material deu aos escribas estrangeiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da semana

por João Monge de Gouveia, em 17.12.13

A semana (passada) foi quase toda dedicada a Nelson Mandela, por isso e por considerarmos que foi  uma pesonagem única da história mundial, segue-se a dedicatória da semana.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds