Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O seu a seu dono

por João Monge de Gouveia, em 30.09.13

Já muitas vezes critiquei a direcção do CDS, mas também deve haver lugar a elogios.

Parabéns ao Dr. Paulo Portas e ao CDS pelas 5 câmaras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sintra - Não chorem sobre o leite derramado

por João Monge de Gouveia, em 30.09.13

Hoje é um dia triste para todo os sintrenses.

Lamentavelmente e contra tudo aquilo que é mais correcto e melhor para Sintra, Basílio Horta ganhou as eleições.

Analisei os resultados freguesia e freguesia e Marco Almeida ganhou para a câmara em Colares com 49%; União das freguesias de São João das Lampas e Terrugem com 43%; União das freguesias de Santa Maria e São Miguel, São Martinho e São Pedro de Sintra com 37%; Algueirão Mem Martins com 26%; Almargem do Bispo, Pêro Pinheiro e Montelavar com 31,50

E perdeu Rio de Mouro; União das Freguesias de Cacém e São Marcos; União das Freguesias de Agualva e Mira Sintra; União das freguesias de Massamá e Monte Abraão; Queluz e Belas e Vale de Cambra, esta última por 104 votos, mas ganhando a Assembleia de Freguesia por 9 votos.

Isto quer dizer que Marco Almeida ganhou nas freguesias Rurais e Mem Martins, onde realmente se vota nas pessoas e perdeu nas urbanas onde a maior parte das pessoas faz a vida em Lisboa e deveria querer votar em Costa e não em Basílio.

Tenho muita pena que assim tenha sido, não só porque esta tinha sido uma excelente oportunidade de castigar os partidos, como fizeram no Porto, mas também porque tiveram a hipótese de colocar um verdadeiro sintrense à frente dos destinos da câmara.

Devíamos aprender com os Portuenses, mas neste caso somos “burros” e colocámos à frente dos destinos do concelho dois apoiantes de Sócrates que tanto ajudaram a dar cabo do País.

Espero estar enganado, mas os sintrenses de Rio de Mouro para lá (sentido Lisboa) podem ter arruinado o concelho, veremos daqui a 4 anos se não vão “chorar sobre o leite derramado.”

Ao Marco Almeida, que tive o prazer de conhecer. Muito obrigado, o trabalho continua.

Ao PSD e ao CDS espero que aprendam a lição, vocês são os principais culpados pelo PS voltar ao poder.

Se arruinarem Sintra "não chorem sobre os pacotes de leite que derramaram."

Ao João Monge de Gouveia que também tive o prazer de conhecer, muito obrigado, espero que volte à política autárquica no seu concelho que é Sintra, apesar de divergirmos em orientações politicas foi bom conhecer pessoas que pensam pela sua própria cabeça e não são seguidistas como os do PSD e CDS que nem 20% tiveram.

Obrigado a todos os que leram os meus textos, por cá continuarei a escrever e a publicar, se os “Senadores” do Senatus assim o entenderem.

 

JPL

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autárquicas 2013

por João Monge de Gouveia, em 30.09.13

As Autárquicas estão a terminar, existem vencedores, grandes vencedores, perdedores e alguns, que como sempre se tentam fazer passar por vencedores e não o são.

 

Comecemos pelos perdedores:

PSD- indiscutivelmente um dos piores resultados de sempre nas autárquicas e nem o facto de ganhar a câmara de Braga o salva.

Pedro Passos Coelho - é a derrota de algumas das políticas que vem seguindo e sobretudo de algumas escolhas que fez, como por exemplo o Porto e Sintra.

Bloco de Esquerda - Perdeu a única câmara que tinha, perdeu muito eleitorado para o PCP e de facto mostra a sua tendência para o desaparecimento. Não nos podemos esquecer que o Bloco de Esquerda perdeu metade dos seus deputados nas últimas legislativas. E até perdeu o seu vereador em Lisboa que até é o seu líder.

Luís Filipe Menezes - perdeu o Porto onde tinha apostado tudo e o pior é que perdeu por muitos.

Pedro Pinto e PSD Sintra - Um péssimo resultado. Valeu a pena não ter apoiado Marco Almeida?

CDS - Sintra - Uma desgraça! perde o seu vereador e desaparece em Sintra.

PSD Madeira e Alberto João - Perdeu 7 das 11 câmaras, inclusive o Funchal.

Seguro - Tinha obrigação de ganhar mais câmaras do que aquelas que ganhou, não foi assim um tão bom resultado como quer fazer crer, está na categoria dos que se tentam passar por vencedores.

Distrital de Lisboa do CDS - Péssimo resultado do CDS em todo o distrito de Lisboa

 

Vencedores:

Rui Moreira - O Independente que ganhou o Porto, está tudo dito, um dos maiores vencedores da Noite.

CDS e Paulo Portas - aumento o número de câmaras e de percentagem.

António Costa - Ganhou a câmara de Lisboa por larga maioria.

Isaltino e Paulo Vistas - Isaltino mesmo na prisão ganhou a câmara de Oeiras. Paulo vistas que é o presidente eleito foi também vencedor.

CDU - Ganha Loures, Beja, Évora e outras câmaras. Aumentou a votação em Lisboa e no País., Desta vez foram vencedores.

Ricardo Rio - Grande vencedor da câmara de Braga.

Marco Almeida - Independentemente de ter ganho a Câmara ou não (a esta hora ainda não se sabe), teve um grande resultado demonstrando que o PSD e o CDS de Sintra fizeram muito mal em não o apoiar, se a Câmara for entregue aos Socratistas Basílio Horta e Rui Pereira a culpa é deles.

 

Amanhã deverá haver mais novidades. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Factor Cartão do Cidadão

por Joaquim Pedro Lampreia, em 29.09.13

Uma pequena sondagem privada entre amigos e conhecidos dá-me a entender que muita gente (mesmo muita) vota hoje pela primeira vez num concelho diferente.

 

Eu próprio, que vivo em Lisboa há 9 anos, voto aqui pela primeira vez. 

 

Será que o factor cartão do cidadão foi reflectido nas sondagens? Vamos saber daqui a poucas horas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da semana

por João Monge de Gouveia, em 29.09.13

Aos candidatos "nouvelle vague" que hoje participam nas eleições

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A voz aos convidados - Esta é a oportunidade por isso voto Marco Almeida

por João Monge de Gouveia, em 27.09.13

Pela primeira vez os sintrenses têm várias oportunidades nas mãos para fazer história.

1 Podem colocar à frente dos destinos da câmara uma lista verdadeiramente independente, apesar do que dizem os outros candidatos.

2 Podem pela primeira vez desde 1993 ter um verdadeiro sintrense à frente dos destinos da câmara em vez de um outsider que vem fazer um frete ao seu partido e que assim que terminar o mandato vai para outro sitio, como Lisboa ou a Europa.

3 Podem pela primeira vez dar a maioria das juntas a vários independentes.

4 Podem mostrar sobretudo que quem manda em Sintra são os Sintrenses e não os interesses dos partidos e de algumas pessoas que por lá tem estado nos últimos anos.

5 Podem sobretudo demonstrar que sabem pensar pela sua cabeça e que a forma como tem sido feita politica pelos partidos e por quem tem responsabilidade dentro deles não tem sido a melhor.

Espero mesmo que a mudança de mentalidades e consequentemente de Portugal se inicie em Sintra.

 

Esta é o momento e mais do que tudo esta é a oportunidade.

Dia 29, voto Marco Almeida porque quero um futuro melhor para Portugal, mas sobretudo porque quero um futuro para os meus filhos.

 

Obrigado ao João Monge de Gouveia por mais esta oportunidade; dia 29 espero aqui vir escrever um texto de vitória.

 

JPL

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ilustrativo

por João Lamy da Fontoura, em 27.09.13

Conforme ilustra a imagem, o País não se preparou para a carga de água que lhe podia cair em cima:


Bandeira Nacional no topo do Parque Eduardo VII, Lisboa
27 de Setembro de 2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma boa notícia

por João Monge de Gouveia, em 26.09.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Perdoai-lhes, Senhor

por José Meireles Graça, em 26.09.13

O problema do Tribunal Constitucional é simples na sua complicação, e consiste nisto:

 

Ou o TC incorporava no seu modelo de raciocínio o facto de Portugal já não ser um país independente, ou não; ou o TC incorporava no seu modelo de raciocínio o facto de o governo do País ser uma parceria decisória com os credores, ou não.

 

Que se me não fale de argumentos jurídicos e subtilezas escolásticas. Porque é sempre possível construir raciocínios jurídicos diferentes mas igualmente impecáveis na sua fundamentação, consoante os princípios que se escolhem para nortear a conclusão. A alteração das circunstâncias em que se fundava o contrato social que a Constituição consagrava deveria justificar, só por si, uma interpretação compatível com o estado de necessidade do país.

 

De resto, a nossa Constituição nasceu sob o signo do equívoco, da má-fé e da reserva mental: equívoco por incluir não apenas um modelo de sociedade, que é para o que as constituições servem, mas também um programa de governo, para o qual deveria bastar a aprovação de uma maioria absoluta da AR; má-fé dos comunistas, que quiseram e conseguiram que ficasse impossível o governo da direita fascista, mesmo que com legitimidade eleitoral, e do PS, que se garantiu como indispensável para a revisão, que sabia inevitável; e reserva mental do PSD, que aprovou um texto a léguas, já então, das suas convicções.

 

As sucessivas revisões não depuraram o texto da sua parte programática, por quase exclusiva responsabilidade do PS, que quis conservar capital para outras revisões, e guardar uma aura de esquerda, que é o seu fonds de commerce.

 

E aqui estamos. Os senhores juízes deverão por certo estar satisfeitos: à força de dizerem como se governa vão tornando o país ingovernável.

 

Perguntados individualmente, não duvido nada que achem que as dívidas são para pagar, o Euro não se discute e a Europa menos ainda.

 

Eu que, salvo na parte das dívidas, não acho nada disso, e ademais não sou católico, digo: Perdoai-lhes, Senhor, que não sabem o que fazem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Importa-se de Repetir*

por João Monge de Gouveia, em 26.09.13

O antigo Presidente da República Mário Soares disse hoje que Ângela Merkel "não ganhou" as eleições alemãs porque não foi maioritária

 

* titulo roubado a um antigo jornal

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/7



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds