Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Autoridade Para as Condições de Tolice

por José Meireles Graça, em 30.04.13

Claro que nenhum patrão vai dizer coisa alguma. Pudera: se disser, corre o risco de atrair sobre si suspeitas, perdendo o crédito que tiver junto dos fornecedores e da banca e o prestígio junto dos concorrentes, além de chamar a atenção das autoridades, coisa que em Portugal, para pequenos patrões, é um não pequeno risco: há sempre uma norma, um regulamento, um decreto, uma lei, uma circular, ou duas, ou três, e na melhor das hipóteses perde o tempo, que lhe faz falta para produzir riqueza, gastando-o com quem produz perdigotos.

 

As associações patronais, elas, dizem aos costumes nada, porque realmente não podem explicar o fenómeno: isso indicia compreensão, e compreendê-lo pode ser interpretado como defesa. E lá vai por água abaixo o módico de respeitabilidade que conquistaram na concertação social junto dos sindicatos.

 

Compreender o fenómeno, conhecer-lhe as causas, é risco que o Senhor Inspector-geral não corre: acha que há uns patrões que, por volta dos fins de mês, roubam os salários que estavam guardados num porquinho de louça fechado a sete chaves, e, com o produto do crime, vão para as suas sumptuárias vidas, oferecendo colares de lápis-lazúli às amantes e fins-de-semana em Phuket às famílias. Consumado o crime, regressam bronzeados aos seus escritórios, de onde, repoltreados, continuam a congeminar maroscas para lesar os famélicos trabalhadores, pelos quais nutrem um revoltante desprezo. Cadeia com eles!, diz o valoroso Inspector, que esta brincadeira já dura vai para vinte anos.

 

O Senhor Inspector-geral estava bem era no Constitucional. Que lá é que acham que os recursos aparecem por decreto, embora ainda, possivelmente por pusilanimidade, não ameacem ninguém com prisão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Real Politics

por Francisco Beirão Belo, em 29.04.13

Barack Obama and Conan O'Brien at 2013 White House Correspondents Dinner

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Indicador de confiança dos consumidores e clima económico dos empresários continuam a melhorar!

por Francisco Beirão Belo, em 29.04.13

Nos dias que correm, os nossos jornalistas parecem apenas preocupados em noticiar as várias desgraças e miséria que vai acontecendo no nosso país. Hoje tivemos que ver na abertura de todos os noticiários das televisões à hora de almoço a marcha de protesto dos taxistas em Lisboa…

 

No entanto, na situação económica que o país está a atravessar, é importante as notícias sobre o que de bom está a acontecer e fazer-se para contribuir para criar um clima de optimismo que naturalmente ajuda a economia. A boa notícia do dia, é que o indicador de confiança dos consumidores e o clima económico dos empresários voltou a melhorar em Abril, mantendo uma tendência que se verifica desde Janeiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcelo vai da Vichyssoise à sopa da pedra

por João Monge de Gouveia, em 29.04.13

Marcelo descreve o que se passou no Conselho de Ministros, indo mesmo ao pormenor de revelar o diálogo entre o Ministro das Finanças e o Primeiro Ministro.

 

Lembro-me que há alguns anos atrás, Marcelo também descreveu um jantar partidário, referindo até que a sopa servida seria vichyssoise.

 

Desta vez não disse qual seria a sopa, mas se alguma foi servida, dado o momento de crise que atravessamos, de certeza que foi uma sopa da pedra...

Autoria e outros dados (tags, etc)

congresso do PS II

por João Monge de Gouveia, em 28.04.13

Se não me engano, Tozé Seguro continua com a banda sonora do Norte e Sul. A série dos anos 80 retratava o divisionismo dos EUA e a guerra civil que ocorreu naqule país. Será que Tozé quer fazer o mesmo em Portugal?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

congresso do PS

por João Monge de Gouveia, em 28.04.13

Nenhum dos nossos senadores socialistas foi ao congresso?? Deve ter sido mesmo banal, nem um postzinho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Hoje não há conquilhas

por José Meireles Graça, em 27.04.13

Nunca elegemos um liberal ou um conservador para Presidente da Republica. Aliás, que me lembre, nunca houve um candidato assumidamente liberal ou conservador e, se tivesse havido, teria sido copiosamente derrotado.

 

Ramalho Eanes foi eleito porque parecia, e possivelmente era, a melhor defesa contra a deriva comunista.

 

Mário Soares foi eleito porque ainda havia a memória fresca do seu panache de herói da resistência civil e se apresentava como o amigo de Mitterrand e da Europa rica, para a qual estendíamos olhos cúpidos.

 

Sampaio foi eleito por ter conseguido apresentar-se como o herdeiro natural de Soares, que foi popular por ter sido hábil e festivo num tempo em que a festa ainda era possível, e porque o então candidato Cavaco ainda tinha o peso da erosão recente de dez anos de PM.

 

E chegamos onde estamos, com a eleição de Cavaco em 2006. A Wikipédia diz dele que foi o "primeiro presidente da área ideológica da direita", afirmação que faz sorrir.

 

Cavaco sempre teve uma inabalável fé nos poderes demiúrgicos do Estado como principal agente económico e limitou-se a cortar o cabelo, quando no Governo, aos restos consideráveis da economia comunista, via privatizações, e a modernizar o País noutras áreas, como competia a um membro da CEE, por exemplo permitindo canais privados de televisão. De resto, colaborou entusiasticamente na amarração do País à Europa e ao Euro, manteve um respeitável sector público, criou um sistema de remunerações e carreiras dos funcionários públicos que veio a causar não pequenos problemas no futuro, e nunca hesitou em atrapalhar a vida das pequenas empresas, cuja realidade, aliás, completamente ignorou.

 

Pareceu muito e foi certamente alguma coisa. Mas nada, absolutamente nada, o qualifica como de direita, em qualquer das suas múltiplas declinações, excepto talvez em questões de costumes.

 

Isto significa que uma parte dos eleitores que levaram Cavaco a Belém, mesmo sem contar com as idiossincrasias da personagem, que despertam anticorpos, escolheu um mal menor.

 

Fui um desses. E hoje por hoje, quando um PS delirante, sem fazer mea-culpa por ser o partido da bancarrota; sem parar para pensar que só pode querer o derrube extemporâneo do Governo quem queira aumentar o preço do resgate - quer à viva força ocupar os lugares pouco invejáveis de um Governo aflito:

 

Concluo que não deitei o meu voto fora. Cavaco disse não, que não há eleições. Fez bem. Esperai por 2015, récua de socialistazinhos de uma figa. Se lá chegarmos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica da Semana

por João Monge de Gouveia, em 27.04.13

Esta semana não somos nós que dedicamos a música, mas sim o que por hipótese podia ser dedicado. Assim:

 

Dedicada pelo PS a Cavaco 

Dedicada pelo CDS ao PSD

E já que é fim de semana de Congresso do PS - Dedicada por Seguro a Sócrates

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O adiantamento de Menezes

por João Monge de Gouveia, em 27.04.13

Luis Filipe Menezes já anda a convidar e a anunciar candidatos ás juntas de Freguesias da autarquia do Porto. Uns são pessoas ligadas ao futebol, outras à televisão, e há muitas figuras públicas.

 

Mas será que Menezes vai ser candidato à câmara do Porto, é que parece que o sistema juridico não o está a ajudar....

Autoria e outros dados (tags, etc)

João Capela fez falta

por Francisco Beirão Belo, em 26.04.13

Noticia de última hora. No rescaldo da derrota do Benfica em Istambul, adeptos do clube protestam com Jorge Jesus por causa da ausência de João Capela no onze....

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/7



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds