Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A pérfida Cloé

por José Meireles Graça, em 31.07.11

O comentador diz que divergências entre líder do CDS e Alberto João Jardim não são boas para a coligação.

Augusto Gil escreveu esta poesia, que ouvi numa gravação de João Villaret:

Um dia uma víbora mordeu num pé
a pérfida Cloé.
Perguntarão:
Que sucedeu à pérfida Cloé?
Morreu?
Isso morreu ela...
Mal sentiu a mordidela.
Não teve febre, nem ardor, nem nada.
A bicha é que morreu envenenada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nomeações com transparência

por Filipe Santos, em 31.07.11
O Governo criou, como prometera Passos Coelho, um site que publicita as nomeações políticas. É uma boa
medida que favorece a transparência e contém ímpetos despesistas.

Fico a aguardar, com a maior expectativa, a lista de entidades/organismos públicos a extinguir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nunca digas nunca

por José Meireles Graça, em 31.07.11

"O socialismo é um clientelismo de Estado! Levei 70 anos a descobrir."

Comme quoi o envelhecimento da população e o correlativo aumento da esperança média de vida autorizam-nos a ter esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mitos laborais

por Nuno Santos Silva, em 31.07.11
Há um mito muito difundido em Portugal, que não tem correspondência com a realidade, mas que vai fazendo o seu caminho:
os trabalhadores portugueses (por conta de outrem) trabalham 11 meses e recebem 14 salários.
Ora, como aqui e aqui já foi referido (cito a Direita Liberal para não ser suspeito), qualquer empresário racional pensa no salário dos seus trabalhadores sob um ponto de vista anual.
Fixa o valor anual que está disposto a pagar pelo trabalho e depois divide-o por 14.
Logo, as férias pagas, subsídio de férias e subsídio de Natal, não são "bónus", não acrescem ao salário, mas integram-no.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Falstaff

por José Meireles Graça, em 31.07.11

Alberto João Jardim lembrou: "Se os madeirenses têm que fazer sacrifícios" devido à situação de crise e às exigências da troika internacional ... também o Estado tem que nos ajudar a recuperar as finanças públicas da Madeira".

Os meus concidadãos madeirenses há mais de três décadas que fazem um negócio desonesto: Elegem e reelegem um pequeno Falstaff insular por este ter mão de mestre na manipulação do parte-e-reparte dos dinheiros públicos de modo a que a Madeira tenha a maior parte.

Espero (sem grande convicção) que o actual governo não ceda às jardinices do costume. Que Jardim desta vez não tenha agitado o espantalho independentista e se tenha ficado pelos insultos que toma por eloquência é mau sinal - tem fé que vai pela sesquicentésima vez poupar os Madeirenses aos sacrifícios dos cubanos do contenente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu mundo e o mundo dos outros

por Marcos Teotónio Pereira, em 31.07.11
Eu defendo que o meu horário de trabalho deve ser fixo porque tenho direito a poder viver a minha vida sem que os patrões me chateiem. Defendo que devo receber como paga do meu trabalho o 13º mês, o 14ºmês e ainda férias pagas. Defendo que não devo trabalhar dois dias por semana. Defendo que não me podem despedir mesmo que trabalhe pouco ou mal e que se me despedirem devo receber uma indemnização do patrão no mínimo de três meses de salário e um salário do estado durante 3 anos. Defendo que o patrão não me pode despedir mesmo que a empresa esteja a perder dinheiro. Defendo que as minhas funções na empresa não podem ser mudadas sem eu querer. Defendo que se eu estiver descontente posso deixar de trabalhar sem que me possam despedir. Defendo que devo poder deixar de trabalhar o mais cedo possível e continuar a receber o mesmo salário.

etc. etc.

e os outros que paguem

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda a flexibilização do mercado laboral

por Nuno Santos Silva, em 31.07.11
Como disse aqui, não faz sentido pretender "flexibilizar" apenas parte do "mercado" laboral.
Se se reduzem ou eliminam as indemnizações pelo despedimento de trabalhadores sem justa causa, também se deverão eliminar os prazos de pré-aviso (ou seu pagamento em dinheiro) devidos pelos trabalhadores às empresas quando se despedem sem justa causa.
Mas não só.
Devem ser declarados caducos e eliminados todos os pactos de não-concorrência, de exclusividade, de transmissão de propriedade intelectual e direitos de autor, ou quaisquer outros contratos de limitação da liberdade individual dos trabalhadores.
Ou há moralidade, ou comem todos.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Universidade de Verão

por José Meireles Graça, em 30.07.11

Umas certas inquietações que me andavam a atazanar, ligadas à nova época do futebol, levaram-me a consultar o Bruxo de Fafe, que me sossegou quanto ao desenrolar do Campeonato (parece que o Céu vai continuar azul).

No consultório, caíram-me os olhos num jornal aberto nesta notícia, e lembrei-me de perguntar o que iria o Dr. Mário Soares dizer. O Bruxo pigarreou e murmurou que com políticos até os espíritos se enganam, mas um falecido ligado nestas coisas, que de pronto invocou para a ocasião, antevia o discurso assim:

Dantes havia grandes estadistas, como son ami Mitterrand, Delors, Kohl, Felipe Gonzalez e ele próprio. Agora não, são uns neoliberais medíocres e ridículos, a Senhora Merkel sobretudo, que presta excessiva atenção ao seu eleitorado. Este eleitorado está, como noutros países do Norte, a deslizar perigosamente para a Direita Neoliberal, senão mesmo xenófoba e racista.

É muito patriota e por isso entende que Portugal deve ser um estado federado europeu, republicano, laico, socialista e a receber fundos de coesão até à consumação dos séculos, para garantir o Estado Social, as empresas públicas, a Fundação Mário Soares e assim. Também o fado, a cortiça, o galo de Barcelos, a língua pós-acordo e tudo o que seja consensual, de esquerda moderada e republicana e laica e socialista merece ser preservado; o resto também, desde que não incomode muito.

O futuro é dos jovens, desde que se divirtam muito a estudar, fracturem bastante mas sem exageros, sejam europeístas convictos e republicanos e laicos e socialistas; os outros jovens também têm lugar, desde que não incomodem muito.

Se os dirigentes neo-liberais dos países ricos não quiserem sustentar os países que têm défices permanentes ou se os que não incomodam muito vierem a incomodar muito, então a Democracia, a Liberdade, os Estados Unidos da Europa e a visão de Monnet estarão em risco. Mas confia que os jovens presentes saberão estar à altura de Mitterrand, Delors, Kohl e dele próprio.

Vendo pelo preço a que comprei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Resta-nos Paris

por José Meireles Graça, em 29.07.11

Via Carlos M. Fernandes cheguei a esta deliciosa recolha de declarações do Sócrates espanhol.

Ignoro o que Zapatero vai fazer do resto da sua vida. Mas dava um óptimo colega de curso - os Parisienses têm um longa tradição de acolher estadistas falhados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hierarquias trocadas

por José Meireles Graça, em 29.07.11

Sem energia eléctrica, sem bens alimentares e sem telecomunicações não poderia escrever este post.

Mas sem futebol poderia. E todavia discordo desta classificação e colocaria Pinto da Costa à cabeça: ele é o único que está exposto a uma concorrência verdadeiramente impiedosa, não precisa de ligações políticas, projecta o nome do País no exterior sem apoios públicos de monta, não tem clientes cativos e não faz parte de oligopólios. Soares dos Santos viria em 2º lugar (os restantes três nem sequer deveriam fazer parte da lista) mas apenas porque grandes ou médios industriais não vejo. E deveria ver - não estão lá porque está tudo trocado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/28



"Aqui importa-se tudo. Leis, ideias, filosofias, teorias, assuntos, estéticas, ciências, estilo, modas, maneiras, pilhérias, tudo vem em caixotes pelo paquete. A civilização custa-nos caríssimo, com os direitos de Alfândega: e é em segunda mão, não foi feita para nós, fica-nos curta nas mangas..."
Eça de Queiroz, in Os Maias




Comentários recentes

  • Swonkie

    Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso ...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • silva

    Como é possivel não cair! Se a corrupção que segun...

  • batidasfotograficas

    Para terem mais tempo para a família! Seria bom qu...

  • Tiago Sunzu

    Obrigado pelo seu comentário construtivo e com tan...




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






+18314 até 8.8.11 no Blogspot

subscrever feeds